|
|
Search
Close this search box.

‘Empresas dos sonhos’ perto dos jovens mato-grossenses

Cada vez mais jovens profissionais buscam no mercado de trabalho oportunidades de desenvolvimento profissional, mais do que simplesmente salários e estabilidades. A conclusão é resultado da pesquisa sobre a “Empresa dos Sonhos dos Jovens”, realizada anualmente pela Cia de Talentos em parceria com Nextview People com pessoas de 17 e 26 anos e que neste ano entrevistou 67 mil brasileiros em todas as regiões do país. Os participantes elegeram as dez empresas mais atrativas para trabalhar e fazer carreira. Entre elas, quatro atuam diretamente no Estado, a Odebrecht, Itaú, Ambev e Petrobras. De acordo como levantamento, 89% dos participantes sabem o que querem para suas carreiras e que 52% deles possuem uma empresa dos sonhos para trabalhar.

Os critérios dos jovens para eleger os alvos são, de acordo com o levantamento, desenvolvimento profissional, boa imagem no mercado, oportunidade para fazer o que gosta, desafios constantes e a possibilidade de inovar. Itens considerados indispensáveis para a recém-formada Maíza Zambiazzi, de 21 anos. Ela concluiu o curso de Ciências Econômicas no início de 2015 e desde 2014 aceitou trabalhar em uma das empresas da Organização Odebrecht, na Rota do Oeste em Cuiabá.

Ela já atuava num instituto de pesquisas econômicas desde meados da faculdade, mas a possibilidade de desenvolvimento de carreira e crescimento foi primordial para que trocasse ‘o certo’ pelo ‘novo’. “Estava em busca de me desenvolver e crescer e, infelizmente, onde estava isso era limitado pelo próprio tamanho da empresa”. Ela agora planeja entrar para o programa ‘Jovem Parceiro’ da Organização com foco na formação e valorização de jovens profissionais.

Investir na formação de jovens talentos, aliás, é uma das características comuns entre as 10 empresas mais citadas como dos sonhos. O banco Itaú, que neste ano ficou na 8ª colocação, tem diferentes programas que visam não só formar profissionais, mas também desafiar os jovens talentos em projetos inovadores. De acordo com diretor da área de pessoas, Sérgio Fajerman, o Itaú busca novos talentos que estejam alinhados com os valores da empresa. “Buscamos jovens com muito brilho nos olhos, energia, capacidade de realização, espírito empreendedor e potencial para liderança de projetos e pessoas”.

Para Daniel Villar, vice-presidente de Pessoas e Organização da Odebrecht, a admiração apontada pela pesquisa é resultado da forte cultura de valorização dos jovens e confiança em seu potencial de desenvolvimento. “A formação das novas gerações é uma das bases da cultura empresarial da Odebrecht, que permite grandes oportunidades de crescimento aos profissionais em início de carreira. O resultado da pesquisa é uma demonstração do reconhecimento conquistado junto aos jovens, graças a esse comprometimento da Organização com a educação pelo trabalho”. A Odebrecht está há cinco anos no ranking das 10 mais almejada pelos jovens e neste ano ocupou a 3ª colocação. As demais classificadas que atuam em Mato Grosso, Itáu e Ambev contratam de forma direta e a Petrobras por meio de concurso público ou da rede de postos franqueada.

Oportunidades

O início da carreira pode começar ainda durante o processo de formação profissional. Grande parte das companhias possuem programas voltados para estudantes e pessoas recém-formadas para investir na formação de seus futuros empresários. No Itaú existem programas que vão desde estágio de férias e em agências até MBA no exterior, com oportunidade para que seus funcionários possam ampliar conhecimento e agregar valor à instituição.

Na Organização Odebrecht dois programas se destacam na formação de jovens, que é o Estágio de Férias e Jovem Parceiro. O primeiro, que inclusive está com inscrições abertas e terá vagas em Cuiabá, busca conciliar o período do recesso universitário com a oportunidade de colocar em prática o que aprende nas aulas. O período é geralmente de um a dois meses e àqueles que se destacam ainda abrem possibilidades para ser incorporado ao programa de estágio regular.

Já o Jovem Parceiro identifica, integra e desenvolve jovens profissionais em busca de realizações e dispostos a vencer desafios em um ambiente empresarial que oferece diversidade de negócios e múltiplas oportunidades de carreira. 

Posts Relacionados

Você também pode gostar

Veja aqui as publicações relacionadas

Rolar para cima
Pular para o conteúdo