|
|
Search
Close this search box.

Nova Rota já recolheu 160 toneladas de lixo da rodovia em 2024

A correta destinação do lixo é sustentável e previne acidentes

Foram recolhidas mais de 160 toneladas de lixo na BR-163/364 entre janeiro e abril de 2024. São carcaças de pneus, embalagens plásticas, vidro, papel e outros objetos diversos que foram encaminhados pela Nova Rota do Oeste, responsável pela rodovia entre Itiquira e Sinop, para o descarte correto. Em sintonia com o Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 05 de junho, a Concessionária mantém o compromisso com a natureza e com os usuários da rodovia.

As equipes de tráfego da Concessionária realizam inspeções 24 horas por dia na rodovia e durante o trajeto recolhem todo o tipo de objeto na pista, acostamento e faixa de domínio. Além do foco ambiental, a medida é uma ação de segurança viária, visto que os objetos descartados podem atingir veículos e causar sinistros rodoviários. Vale reforçar que o Código Brasileiro de Trânsito prevê que jogar lixo às margens da rodovia é crime punido com multa e pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Das 160 toneladas de lixo recolhido este ano, 106 toneladas são de resíduos recicláveis, como restos de pneus (pneumáticos) e embalagens plásticas, e foram levadas para empresas ou cooperativas de reciclagem parceiras da Nova Rota.  Os pneumáticos representam 51% do volume total dos objetos e são encaminhados a empresas licenciadas para serem triturados e depois utilizados como insumo para produção de concreto ou massa asfáltica. Outras 54 toneladas de material que não pode ser reaproveitado foram destinadas aos aterros sanitários.

O gerente de sustentabilidade da Nova Rota, Wilmar Manzi, reforça o compromisso da Concessionária em minimizar os impactos ambientais. “Além da gestão adequada do lixo descartado na rodovia, com foco ambiental e prevenção de acidentes, seguimos buscando otimizar o uso dos recursos energéticos e hídricos e respeitar a biodiversidade mato-grossense. Em todas as nossas ações, estamos olhando para a preservação do meio ambiente”.

 

O trabalho de sustentabilidade:

Comprometida com uma rodovia mais sustentável, a Nova Rota segue investindo no uso de energia solar. Parte das câmeras que compõem o sistema de monitoramento da Concessionária, painéis móveis de mensagens variáveis (PMVs) e o sistema de iluminação usado na Serra de São Vicente são alimentados por placas solares.

Com a proximidade com o período de seca e estiagem, a Nova Rota segue monitorando os focos de incêndio florestal ao redor da rodovia e recentemente adquiriu cinco novos caminhões-pipa, em substituição aos cinco veículos mais antigos, que ficam à disposição para combate imediato a princípios de incêndios às margens da BR-163/364, bem como prestar apoio ao Corpo de Bombeiros em casos que demandam uma atuação especializada contra o foco.

A Concessionária também atua incentivando o uso de carros movidos a energia elétrica na rodovia com a disponibilização de totens de carregamento elétrico gratuito a todos os usuários. O objetivo é a redução das emissões que impulsionam as mudanças climáticas.

Confira os pontos de recarga para veículos elétricos na rodovia:

  • Rondonópolis – SAU 02, km 73 da BR-163
  • Santo Antônio de Leverger – SAU 06, km 338,6 da BR-364
  • Várzea Grande – SAU 08, km 434,6 da BR-364
  • Diamantino – SAU 12, km 546,9 da BR-163
  • Lucas do Rio Verde – SAU 14, km 640,7 da BR-163
  • Sorriso – SAU 17, km 784,7 da BR-163
  • Sinop – SAU 18, km 834,9 da BR-163

Prêmios: Todo este trabalho rendeu à Concessionária reconhecimentos como o 1º lugar no Prêmio Via Viva 2023, realizado pelo Governo Federal, por meio do Ministério dos Transportes, e a ‘Classe A’ no Índice de Desempenho Ambiental (IDA), da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Posts Relacionados

Você também pode gostar

Veja aqui as publicações relacionadas

Rolar para cima
Pular para o conteúdo