|
|
Search
Close this search box.

Panes deixam 557 motoristas parados na BR-163 durante o feriado de Corpus Christi

As panes veiculares interromperam foram responsáveis pela interrupção da viagem de 557 motoristas que trafegaram pela BR-163/MT durante o feriado prolongado de Corpus Christi, celebrado este ano em 30 de maio de 2024. Em média, as equipes operacionais da Nova Rota do Oeste atenderam um veículo parado na rodovia a cada 13 minutos, considerando o período de 29 de maio a 02 de junho.

O levantamento da Concessionária demonstra que 56,5% dos casos poderiam ser evitados por meio de uma manutenção básica do veículo, visto que os motoristas seguiram viagem após o atendimento ainda na rodovia. O restante, 43,5%, tiveram que ser removidos pelos guinchos da Concessionária para pontos de apoio próximos ao local da pane. Nesses espaços, o dono do veículo encontra serviços como oficinas mecânicas, borracharias, restaurantes e sinal de internet, ou seja, assistência para resolver o problema.

O diretor de Operação e Tecnologia da Nova Rota, Wilson Ferreira, explica que a Concessionária sempre reforça sobre a importância da manutenção veicular para uma viagem mais tranquila. “Os nossos números demonstram que alguns motoristas ainda deixam de lado a manutenção e acabam tendo problemas que poderiam ser evitados e atrasam a viagem de forma desnecessária”, comenta.

Dos 557 atendimentos por panes, 400 foram relacionados a problemas mecânicos, 31 por falta de combustível, 36 por panes elétricas, 28 por superaquecimento do motor e 72 por problemas diversos. Os dias com maior número de atendimentos foram a quarta e quinta-feira, quando as famílias iniciam o passeio, com 125 e 114 casos, respectivamente.

Para atender à demanda do feriadão a Concessionária realizou a operação Rota à Vista, que consiste no reposicionamento de viaturas para garantir a celeridade nos atendimentos. A assistência prestada é 100% custeada pelo valor arrecadado pelas praças de pedágio e não tem custo adicional ao motorista.

Posts Relacionados

Você também pode gostar

Veja aqui as publicações relacionadas

Rolar para cima
Pular para o conteúdo